fora-da-toca_tim-burton_CAPA

Mergulhando no Mundo de Tim Burton.
Exposição no MIS SP

escultura na entrada do museu remetendo a Edward Mãos de Tesoura
escultura na entrada do museu remetendo a Edward Mãos de Tesoura

Não me lembro precisamente quando Tim Burton entrou na minha vida. Acho que a memória mais antiga que tenho é estar assistindo na sessão da tarde Edward Mãos de Tesoura, e ele furar o colchão de água. Mas nessa época eu não tinha ideia de quem era Tim Burton. Acredito que assim como na minha vida, ele entrou de forma discreta no cotidiano de cada um, e com o passar dos anos nos tornamos capazes, (sem grande esforço) de identificar sua estética tão característica.

Quem nunca viu Batman O Retorno com o icônico pinguim do genial Danny DeVito? (sempre adorei esse filme, e só a relativamente pouco tempo fui descobrir que era dirigido pelo Tim Burton) Ou se encantou com deslocado Jack Skellington tentando entender o espírito do natal? Ou quem nunca falou Beetlejuice, Beetlejuice, Beetlejuice!

Tim Burton ganhou uma bolsa de estudos da Disney para estudar no Instituto das Artes da Califórnia. Ele cursou animação por 3 anos e logo depois foi contratado pela Disney como aprendiz de animador. Trabalhou no desenho o Cão e a Raposa, e durante esse período fez seus primeiros 3 curtas metragens: “Vincent”, “João e Maria” e “Frankenweenie”.

Frankenweenie, hoje conhecido por quase todo mundo, com a simpática história de um menino que tenta ressuscitar seu cachorro atropelado como na história de Frankenstein, foi considerada sombria demais pela Disney (TAG ainda bem que os tempos mudam) na época, e acabou rendendo a Tim Burton sua demissão.

Tim Burton finalmente ganhou espaço ao lançar Os Fantasmas se Divertem que venceu o Oscar de melhor maquiagem. A partir dai foi chamado para fazer Batman e mais tarde Batman O Retorno. Daí para frente foi só sucesso, misturando terror e comédia como só ele é capaz, e com uma estética extremamente peculiar, Tim Burton se tornou um ícone da filmografia mundial.

parte da fachada com os desenhos do Tim Burton
parte da fachada com os desenhos do Tim Burton

Segue filmografia do Tim Burton

Ano Título Trabalho Principais prêmios
1971 The Island of Doctor Agor Diretor, Roteiro ————-
1979 Stalk of the Celery
(curta metragem)
Diretor, Produtor, Roteiro ————-
1979 Doctor of Doom
(curta metragem)
Diretor, Roteiro ————-
1982 Hansel and Gretel (TV) Diretor, Argumento ————-
1982 Luau (curta metragem) Diretor, Produtor, Roteiro ————-
1982 Vincent
(curta metragem)
Diretor, Roteiro Audience Award no Ottawa International Animation Festival, em 1984
1984 Frankenweenie
(curta metragem)
Diretor, Argumento ————-
1985 As Grandes Aventuras de Pee-wee (Pee-wee’s Big Adventure) Diretor ————-
1988 Os Fantasmas se Divertem (Beetlejuice) Diretor Oscar de Melhor maquiagem
1989 Batman Diretor Oscar de melhor direção de arte
1990 Edward, Mãos de Tesoura (Edward Scissorhands) Diretor, Produtor, Argumento Saturn Award de melhor atriz (Winona Ryder), Melhor figurino (Colleen Atwood ), Melhor trilha sonora (Danny Elfman), Melhor ator coadjuvante (Alan Arkin) e Melhor atriz coadjuvante (Dianne Wiest)
1992 Batman, O Retorno (Batman Returns) Diretor, Produtor Saturn Award de melhor maquiagem
1993 O Estranho Mundo de Jack (Tim Burton’s The Nightmare Before Christmas) Produtor, Argumento Saturn Award de melhor filme de fantasia e melhor trilha sonora, por Danny Elfman
1994 Ed Wood Diretor, Produtor Oscar de melhor ator coadjuvante, por Martin Landau e Melhor maquiagem.
1994 Um Gaiato no Navio (Cabin Boy) Produtor ————-
1995 Batman Eternamente (Batman Forever) Produtor Universe Reader’s Choice Award de melhor filme de fantasia e melhor trilha sonora, por Elliot Goldenthal
1996 Marte Ataca!
(Mars Attacks!)
Diretor, Produtor Saturn Award de melhor trilha sonora
1996 James e o Pêssego Gigante (James and the Giant Peach) Produtor KCFCC Award de melhor animação
1999 A Lenda do Cavaleiro sem Cabeça
(Sleepy Hollow)
Diretor Oscar de melhor direção de arte
2000 The World of Stainboy (Curta metragem) Diretor, Roteiro ————-
2001 Planeta dos Macacos ( Planet of the Apes) Diretor BMI Film Music Award de trilha sonora, por Danny Elfman
2003 Peixe Grande e suas Histórias Maravilhosas (Big Fish) Diretor ————-
2005 A Fantástica Fábrica De Chocolate (Charlie and the Chocolate Factory) Diretor Empire Award de Melhor ator, por Johnny Depp
2005 A Noiva Cadáver
(Corpse Bride)
Diretor, Produtor Saturn Award de melhor animação
2006 Bones (Videoclipe da banda The Killers) Diretor ————-
2007 Sweeney Todd, O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet (Sweeney Todd: The Demon Barber of Fleet Street) Diretor Oscar de Melhor direção de arte
2009 9, A Salvação (9) Produtor ————-
2010 Alice no País das Maravilhas (Alice In Wonderland) Diretor Oscar de Melhor figurino e Direção de arte
2012 Sombras da Noite (Dark Shadows) Diretor ————-
2012 Abraham Lincoln – Caçador de Vampiros (Abraham Lincoln: Vampire Hunter) Produtor ————-
2012 Made From Ox Gut – Adaptação de Curta-Metragem de Von Chrow Produtor ————-
2012 Frankenweenie Diretor, Produtor, Argumento ————-
2012 Here With Me
(Videoclipe da banda The Killers)
Diretor ————-
2014 Big Eyes Diretor ————-
2016 Miss Peregrine’s Home for Peculiar Children Diretor
  • tabela de filmografia roubada da Wikipedia –

Não deixem de assistir Vincent, é super fofo, até já achei no youtube para vocês, basta clicar aqui.

 

Exposição no Museu da Imagem e do Som (MIS)

OK mas estou aqui para falar da exposição, acho que me perdi ali em cima…

O MIS – SP é a primeira instituição da América Latina a receber uma exposição do Tim Burton, ela estará em cartaz até 15 de maio de 2016. Os ingressos esgotam assim que são colocados a venda por isso é preciso programação para garantir o seu.

garantia dos ingressos
garantia dos ingressos

Coincidências da vida (ou não) na minha última ida a SP resolvi me arriscar e tentar um ingresso. Claro que todos estavam esgotados até o mês seguinte, MAS, porém, contudo, todavia, para ingressos aos domingos não tinha esgotado, já que aos domingos a venda é direta na bilheteria para o mesmo dia. Sendo assim me animei, e cheguei as 8h da manhã para encarar a fila da bilheteria que só abriria as 10h. Na fila os funcionários distribuem até 4 adesivos por pessoa, não os perca! São a garantia de você comprar seu ingresso, no caixa eles pedem os adesivos como comprovantes. A fila estava grande mas não gigante, depois da abertura das bilheterias, calmamente escolhi meu horário para o meio da tarde, paguei, (eles só aceitam $$ ou cartão de débito!!) e fui para a Liberdade de novo esperar meu amigo sair do trabalho.

entrada para a exposição
entrada para a exposição

 

Voltamos às 15h para ver a exposição, é preciso deixar no guarda volumes bolsas grandes e mochilas, eu fiquei tão feliz de deixar a mochila pesada que ela quase ficou por lá, saí do museu sem nada, ainda bem que lembrei no último minuto antes de pegar o Uber. Mesmo com horário marcado você fica na fila esperando pois só podem entrar umas 100 pessoas por vez, é super tranquilo não precisa ficar nervoso.

filha para a compra dos ingressos, sinalização para organização das filas
filha para a compra dos ingressos, sinalização para organização das filas

Você sobe umas escadas onde contam um pouco das fontes de inspiração do Tim Burton como os filmes orientais e principalmente Godzilla (mas daquelas versões antigas nada hollywoodianas). Depois na sala em formato de L você pode admirar inúmeros originais e um carrossel de faces do Jack Skellington. Agora aproveita bem esse andar porque depois que descer não pode voltar. No andar de baixo são 5 salas, com originais, fotos, filmes e bonecos diversos, entre as quais você pode andar a vontade indo e vindo. Acho que das coisas que mais amei, tirando todos os originais, foi o desenho do pinguim do Batman o Retorno. Você vê que não poderia ser outra pessoa se não o Danny DeVito, fora os vídeos que só podem ser vistos com uma placa especial com polarizador, achei super mágico, e a coleção de guardanapos desenhados é fofo.

um gostinho da exposição
um gostinho da exposição

Sou fã mas nem tanto, digo isso porque a palavra fã ultimamente vem anexada a alguns critérios nos quais não me encaixo. Não assisti a todos os filmes, não me visto como os personagens dele para ir a exposição ou qualquer evento que envolva Tim Burton, não sei tudo da sua vida, muito menos sua biografia de trás para frente. Apenas gosto muito do seu trabalho e estética (lembro que fiz um trabalho na faculdade sobre ele, foi bem legal).

Como eu já disse à todos que me perguntaram, a exposição é incrível pelo material, pois os desenhos deles são LINDOS, e sempre tem uma frase ou comentário sarcástico do lado, é muito legal, me apaixonei ainda mais pelos desenhos. As linhas são de uma delicadeza incrível. Simplesmente amo!

Agora, achei um estardalhaço muito grande pela exposição que é, esperava mais, achei pequena confesso. Acho que ele tem história e material para uma exposição muito mais incrível. Por exemplo eu amaria ver um boneco de stop motion que eles usam, hoje em dia eles são tão high-tech que tem botões na parte de trás da cabeça que fazem as expressões mudarem. Mas só tinham alguns modelos de estudo dos bonecos…

lembrancinhas para comprar no container do lado de fora do museu
lembrancinhas para comprar no container do lado de fora do museu

Sem contar a loja de lembrancinhas, uma especialidade minha, (não tem um lugar que eu vá visitar que eu não passe por essas lojas). Achei de uma pobreza única, os preços em compensação eram um assalto. O universo do Tim Burton é tão rico e amplo que tem material de sobra para desenvolvimento de material de venda e divulgação. O catálogo era R$ 80!! Folheei e não achei que valia o investimento, ficou na estante mesmo. O lápis um tradicional item na minha coleção também ficou por lá devido ao preço e a falta de graça no desenho, a blusa era R$30, super sem graça e igual a de toda a equipe de funcionários… Sinceramente podiam ter investido um pouco mais de tempo e atenção no desenvolvimento das peças. Tim Burton merecia.

Se eu tivesse ido à São Paulo só para isso teria ficado muito muito aborrecida. Bom… mas quem vai à São Paulo só para uma coisa não é mesmo?

 

Informações Gerais MIS – Exposição O Mundo de Tim Burton


VENDAS NA BILHETERIA MIS

(somente durante a exposição e válidos para o mesmo dia da compra):

Domingos  /  das 11h às 19h

R$12 inteira, R$6 meia / crianças até 5 anos não pagam / limite de 04 ingressos por pessoa

Terças  /  das 10h às 20h (feriados das 11h às 19h)

Entrada gratuita. Retirada de senha na Bilheteria conforme ordem de chegada. Limite de ingressos por dia de acordo com o horário de funcionamento da exposição e a lotação do espaço.

Sextas (a partir de 11/03) / das 10h às 20h

R$12 inteira, R$6 meia / crianças até 5 anos não pagam / limite de 04 ingressos por pessoa

Limite de 4 ingressos por pessoa

Vendas online
R$ 40 (inteira) R$ 20 (meia) / crianças até 5 anos não pagam

Para informações mais atualizadas sobre a venda de ingressos clique aqui


– ATENÇÃO NÃO PODE FOTOGRAFAR! –

Compartilhe nas redes sociais!

4 comentários em “Mergulhando no Mundo de Tim Burton.
Exposição no MIS SP

Deixe seu comentário ou dúvida