fora-da-toca_lenda-ibis_CAPA

A lenda da Íbis do Pão de Açúcar

Desde os tempos mais antigos o ser humano cria mitos, ou repete histórias fantásticas que uma hora com o passar dos anos se tornam lendas. Coincidências ou mistérios sempre rondam as histórias das cidades, até já falei sobre isso no post do Bizarro e Aterrorizante que apresenta diversas lendas e fatos do centro do Rio de Janeiro. Algumas histórias com ar quase fantásticas habitam o imaginário dos Cariocas como Gigante Adormecido, silhueta formada pelas montanhas do Rio, que já foi tema de anúncio confere aqui, contarei sobre essa lenda em outro post. Mas hoje vou falar de uma imagem que muitas vezes passa desapercebida por quem passeia pelo Aterro do Flamengo e Botafogo, uma imagem que só o ângulo do sol revela, e que se junta a várias lendas das montanhas do Rio de Janeiro.

o gigante adormecido
as montanhas do Rio

O famoso Pão de Açúcar, visitado por incontáveis turistas todos os anos possui uma rachadura / afundamento no lado norte, voltado para o Aterro do Flamengo. Lugar conhecido por muitos escaladores que é usado até como abrigo e parada nas subidas. Essa “depressão” nem chama muita atenção dependendo da hora do dia, mas na parte da manhã, principalmente quando o sol se aproxima do meio dia, surge claramente a silhueta de 120m de um pássaro. A íbis do Pão de Açúcar.

enxergando a íbis
enxergando a íbis

Eu digo claramente por que para mim e para a maioria das pessoas que conheço, a silhueta da ave é vista sem grandes dificuldades, mas já passei anos tentando fazer algumas poucas pessoas entenderem e verem o pássaro, e não houve santo que iluminasse essas almas. Prosseguindo, há quem diga que a íbis é daquelas obras de arte da natureza, resultados de erosão talvez… mas o grande lance é que rola uma lenda que ela teria sido esculpida propositalmente ali. As razões? Vamos por partes para tentar “esclarecer” essa lenda:

Mas o que é uma íbis?

Thot e a íbis | imagens:.Museum Store Company e Depositphotos
Thot e a íbis | imagens:.Museum Store Company e Depositphotos

A íbis faz parte da família de pássaros Threskiornithidae, aves com pernas e pescoço longos e bico comprido e encurvado ou espatulado como os colhereiros. Aqui no Brasil temos alguns tipos dessa espécie como o Guará vermelho, encontrado especialmente na região do pantanal, e os colhereiros, muitas vezes encontrados em regiões de manguezal como em Guaratiba aqui no Rio de Janeiro (citei apenas os que eu conheço pessoalmente).

Egípcios em terras Cariocas?

A íbis é uma ave é especialmente conhecida na cultura egípcia, onde o Deus Thoth, uma divindade lunar, possuía cabeça de íbis, era considerado o deus do conhecimento, da sabedoria, da escrita, da música e da magia. Os íbis sagrados (aves) da região eram considerados sua encarnação. De acordo com lendas as íbis demarcadas pelo mundo representam locais sagrados. Teriam os Egípcios passado por terras Cariocas muito antes dos Portugueses? Dizem que os fenícios estiveram por aqui e deixaram sua marca na cabeça do imperador, mas isso é assunto para outro post.

 

Pão de Açúcar visto de outro ângulo
Pão de Açúcar visto de outro ângulo

Índios e o pássaro celeste

Outra teoria que encontrei foi uma lenda indígena teoricamente contada aos Portugueses.  Dois pássaros celestes, vindos das estrelas, em feroz batalha lutaram na terra. Durante a luta uma das aves foi destruída, e os dois irmãos que estavam montados nela também. Tempos depois outros membros da raça dos irmãos que haviam morrido vieram a terra, e esculpiram o pássaro na montanha como homenagem aos guerreiros caídos.

A Íbis do Pão de Açúcar e a Escalada

Localizada na face norte do Pão de Açúcar, a grande silhueta da íbis é caminho de diversas vias de escalada do grande morro Carioca. A rota mais conhecida que passa por alí, tem o nome da ave e foi conquistada pela primeira vez em 1972 por austríacos ela é dividida em três partes. A primeira parte, que é bastante frequentada leva ao Platô da Íbis, que de longe pode parecer estreito, mas pertinho como se pode ver na fotos abaixo é bem larga. O Platô da Íbis tem várias histórias, principalmente por ser uma grande superfície no meio do morro, onde é possível andar, sentar, e descansar além de poder comportar mais de 15 pessoas. Existem relatos desde casais apaixonados passando noites por lá (eita povo aventureiro!) até churrascos e piqueniques. A segunda e terceira partes da via são mais exigentes e por isso acabam sendo menos repetidas. Mesmo a primeira parte sendo mais “fácil”, requer uma boa habilidade e prática em escalada. Um dia quem sabe? Eu consigo sentar ali para tirar uma foto privilegiada do meu Rio de Janeiro.

imagens de escalada na íbis| fotos gentilmente cedidas pela Companhia da Escalada
imagens de escalada na íbis| fotos gentilmente cedidas pela Companhia da Escalada

Outras vias de escalada também passam pela formação da Íbis, como a famosa Waldo  (famosa para o Raoni que faz escalada, eu não conhecia nenhuma obviamente) que possui o lance do Pescoço, um trecho de escalada que beira a silhueta do pescoço da íbis e a Contra-Pino, uma via considerada de BigWall, onde a maioria dos escaladores vão levar pelo menos dois dias para conseguir chegar ao cume do Pão de Açúcar (Raoni NESSA não precisa nem cogitar me levar, obrigada, de nada).

E você? Conhece alguma história inusitada da Íbis? Outra teoria sobre sua formação? Ou outras lendas que a cercam? Compartilhe com a gente nos comentários!!

e esse pôr do sol diretamente da Íbis do Pão de Açúcar? | Foto gentilmente cedida pelo Raoni
e esse pôr do sol diretamente da Íbis do Pão de Açúcar? | Foto gentilmente cedida pelo Raoni

Obrigada!
Gostaria de agradecer meu querido amigo Raoni ( professor da Companhia da Escalada ), que me passou todas essas dicas sobre a parte da escalada na íbis, e ao seu chefe que tão gentilmente me cedeu as fotos da escalada na íbis.

Próximos capítulos
Em breve terei uma aula escalada na Urca, com o Raoni e postarei aqui como foi essa experiência incrível. Além, claro, de todas as informações e contatos para vocês que quiserem agendar uma aula com ele futuramente e ver o Rio de Janeiro por outro ângulo.

Compartilhe nas redes sociais!

2 comentários em “A lenda da Íbis do Pão de Açúcar

Deixe seu comentário ou dúvida