fora-da-toca_milão_Capa

Milão! Chegando à cidade e nosso hotel

Situação da pessoa chegando no aeroporto. minha primeira viagem de mochilão.
Situação da pessoa chegando no aeroporto. minha primeira viagem de mochilão.

Eu sou daquelas pessoas que passam meses pesquisando, lendo e programando a viagem. Curto todo o processo desde a vontade de viajar, passando pelo planejamento até chegar na viagem em si. Todas essas pesquisas e leituras valem muito a pena quando chega a hora H, mas ao mesmo tempo não te blindam de nada, hehehe. Passei mais de 1 ano planejando e pesquisando para essa viagem: os melhores lugares, atrações, passeios e hotéis. Hoje com muita alegria nosso blog vai começar a compartilhar todas essas experiências com vocês, o que valeu a pena, o que deu certo (ou não), dicas super legais além de algumas armadilhas para você fugir delas.

Sendo assim nossa viagem começa na verdade em 2014, quando comecei a juntar informações para me programar. A Itália é um lugar fascinante com história transbordando em cada cidade, em cada esquina, por isso é preciso se controlar e focar no que você realmente quer ver. Além dos vários guias que comprei e peguei emprestado – Um obrigada especial à Isa e à Mari por toda a paciência em compartilhar não só os livros, como também as dicas de quem já morou por lá – fui aos poucos descobrindo blogs incríveis de brasileiras especializados em Itália. Todos com dicas maravilhosas, além de blogueiras super atenciosas e simpáticas que sempre responderam as dúvidas que postava. O blog de cada uma me inspirou a querer criar esse aqui junto com meu namorado, afinal em 2014 nem passava pela minha cabeça ter um blog de viagens, espero um dia ter um alcance tão legal quanto o delas.

Segue abaixo os principais blogs que consultei sobre Itália

Partindo de todas as dicas acumuladas via internet, livro ou boca a boca, comecei a criar meu próprio roteiro. Roteiro esse que durante todo o processo passou por inúmeras alterações, inclusive a menos de um mês da viagem, hehehe, faz parte. Temos que aceitar que nem sempre as coisas vão sair como planejamos, mas que mesmo assim pode ser muito bom!

Esse foi nosso itinerário final:

Nosso itinerário
Nosso itinerário nesse mapa simpático que eu montei

Nossa primeira parada foi Milão. Partimos do Brasil num voo da Ibéria com escala em Madrid, ou seja 10h até Madrid e mais 2h até Milão. Como o voo foi de noite foi mais tranquilo de aguentar as 10h no avião, levando em consideração que em pleno 2015 não tinha entretenimento individual. Os filmes passavam nessas TV’s de tubo e mais a frente numa tela maior super Hi – Tech. O jantar foi bem gostoso, e o café da manhã também.

TODO o entretenimento a bordo (só que não ), e o jantar.
TODO o entretenimento a bordo (só que não ), e o jantar.

O atendimento à bordo que é meio caidinho, você pode apertar mil vezes o botão que os comissários de bordo passam direto, em resumo o botão só serve para fazer barulho. A tática mais eficiente que testamos para abordá-los é esticar o braço no meio do corredor quando eles estão passando e torcer para que reparem em você. Claro que um por favor e um sorriso sempre ajudam mais, não economize.

Parte do terminal do aeroporto de Barajas
Parte do terminal do aeroporto de Barajas

Desembarcamos no aeroporto de Barajas, é enormeeeeeeeeeee e o terminal que descemos é lindo! A arquitetura do teto é um deslumbre. Se você em alguma viagem tiver conexão por lá prepare as perninhas, como eu disse ele é enorme, descemos várias escadas, pegamos trem e subimos mais algumas escadas. Eles tem elevadores mas não da vazão a quantidade de pessoas que precisam se locomover. A sinalização do aeroporto é muito boa tem até a minutagem que vai demorar para você chegar no seu portão de embarque. Como era cedo o fluxo de gente até que era pequeno, e não foi muito difícil pegar o trem. DICA: tente sempre pegar os vagões das extremidades do trem, pois eles ficam mais vazios. MAS repare no chão, tem marcação da onde o trem termina, pois apesar de ter muitas portas na plataforma o trem não ocupa todas elas.

Pegamos nosso avião para Milão e…. de novo sem entretenimento à bordo!! Mas ok eram poucas horas. A surpresa desagradável foi ter que pagar pelo lanche….”Gol feelings” total. Meus pais estavam com fome e encararam o lanchinho pago, tava bem gostoso, acabei roubando uma mordida, não resisti, era sanduíche de presunto cru.

Desembarcamos no aeroporto de Malpensa. Como nossa conexão não foi na Itália não descemos no aeroporto de Linate que é bem mais perto do centro e voltado para os voos internos. O Malpensa fica cerca de 40min do centro de Milão, optamos por pegar um trem especial que sai do aeroporto e vai praticamente direto para a estação Milano Cadorna que já é bem no meio de Milão e de lá fizemos conexão com o metrô para saltarmos à algumas poucas quadras do nosso hotel. O trem custa 13 euros (não é baratinho) mas é super confortável e você vai sem se estressar com trânsito. Tem um guichê enorme dentro do aeroporto para você comprar a passagem, basta seguir as placas que indicam TREM, é tudo muito bem sinalizado.

Dicas na hora de pegar as malas para chegar à Milão
Dicas na hora de pegar as malas para chegar à Milão

Quando você desce na estação Cadorna você precisa comprar o ticket em alguma banca de jornal, normalmente dentro das estações tem uma bem pertinho das catracas. Você tem algumas opções de bilhete, pode comprar um bilhete ONE WAY ou com validade para mais de um dia, etc…tem que ver o que vai funcionar melhor para suas necessidades. No primeiro momento compramos um simples / ONE WAY, no dia seguinte acabamos comprando um de 24h (dessa vez numa banca na rua) que é ilimitado de viagens, muitoooooo melhor.

Simplesmente apaixonada pelas ruas de Milão
Simplesmente apaixonada pelas ruas de Milão

Foi tudo bem tranquilo, até que meu pai começou a ficar para trás na rua, descobrimos com muito pesar que as rodinhas da mala estavam destruídas. Um viva para todo o cuidado com que as malas são transportadas nos aeroportos!! O endereço do hotel que ficamos, um IBIS, era meio pegadinha pois no mapa que pegamos no aeroporto o nome da rua não aparecia, paramos numa esquina com cara de cachorro abandonado e mapas em mãos, logo duas senhoras muito atenciosas apareceram e nos ajudaram, erramos a esquina por um quarteirão, hehehe. Eu que errei na verdade já que a navegação é por minha conta, hahaha.

Chegamos ENFIM! Fizemos o check-in, todos os passaportes foram solicitados, com as chaves em mãos despachamos as malas no quarto e partimos para começar a conhecer Milão.

 

O IBIS Milano Centro era super arrumadinho, infelizmente eu esqueci de tirar fotos do quarto, tem foto da vista pelo menos…

Planta tosquinha só para dar uma ideia do quarto
Planta tosquinha só para dar uma ideia do quarto

Mas era bem básico: banheiro jeitosinho com secador, eles não dispunham de mini shampoos ou sabonetes, tinham um tubo pendurado na parede com sabonete/ shampoo/ condicionador líquido, é tudo junto mesmo e preso na parede. Um chuveiro sem cortina, ele tinha uma meia porta de blindex, achei que o banheiro ficaria inundado mas nem aconteceu nada de mais. Engraçado que em todos os hotéis que ficamos tinham uma cordinha no chuveiro para você puxar em caso de emergência, achei super legal. O quarto achei meio apertado, tinha um armário, TV, e a cama. Mas a vista… simplesmente AMEI a vista.

Vista do nosso quarto em Milão
Vista do nosso quarto em Milão

Compartilhe nas redes sociais!

8 comentários em “Milão! Chegando à cidade e nosso hotel

  1. Tudo que se escrever sobre essa viagem a Itália, não fará justiça !
    Foram os melhores dias dos últimos 25 anos!!!
    Obrigado a minha filha querida Julia, Augusto e a minha mulher, Maria Luiza!

  2. Adorei a postagem, sobretudo algumas dicas importantes a respeito do transporte e todas essas coisas úteis para viagens. Gostei muito das fotos também; ansioso pelas atualizações. =P parabéns para os dois!

    1. Obrigada Rodrigo!! Sempre bom saber o que nossos leitores e amigos acham. Agora você pode se inscrever na nossa newsletter e receber uma notificação sempre que tiver um novo post por email, assim não tem como perder nada
      !

  3. Eeeeeee…. Fiquei muito feliz em aparecer no post! A Itália realmente é uma perdição!
    Quando precisar de dicas de roteiros e guias de viagem, é só falar! Faço pesquisas até para os lugares que não fui! Hahahaha
    Tô louca pra ver os próximos posts!
    Beijinhos

    1. Querida Isa! Nós que agradecemos sempre sua ajuda e atenção. Fique tranquila que teremos muitossss posts pela frente! Se quiser acompanhar o blog com mais facilidade assine nossa newsletter! Que sempre que postarmos novos textos você receberá um email avisando. Beijos

      1. Ah!!! Que orgulho… Depois de ser chamada de insensível porque ainda não tinha lido o post ainda, vim conferir… Vou me inscrever no newsletter para não acontecer de novo! ? Eu e Isa no blog e a minha mochila que viaja mais que eu! Adorei as fotos … Tudo muito chique até com plantinha do hotel!! Parabéns!! Beijos

        1. Mari querida! Obrigada por toda ajuda na nossa empreitada pela Itália! Muito em breve teremos mais posts sobre essa viagem! Não deixe de nos seguir nas redes sociais e assinar a nossa newsletter. beijos

Deixe seu comentário ou dúvida